Terça-feira, 08 de Abril De 2008

Véspera de aniversário

 Que linda imagem! Assim seja também o vosso dia, calmo e feliz.
Acabei de escrever um soneto que vou aqui deixar para vós, espero que alguém goste.
                                    
                                 Libertação
                                         
Olha para mim, e diz se me conheces
Serei a mesma, de h à vinte anos atràs?
Aquela, que se dizia incapaz
De fazer frente, a tudo o que tu dissesses
                                   
Quebrei amarras,libertei-me da prisão
Fugi da cela, onde a vida me prendia
Fui à procura, daquilo que eu sabia
Estar guardado, dentro do meu coração
                               
Agora livre, o meu pensamento voa
Para muito longe, descobrir novas paragens
E tràs de volta, sempre novas emoções
                           
Mas o que faço, eu sei não ser à á toa
Perdi o medo, daquelas velhas imagens
Que estão guardadas, e são só recordações
                                    M-I-P                         
  
                                
sinto-me: Liberta
publicado por linhaseletras às 00:49
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Março De 2008

Estranha inspiração

 
                                   
 
Ol à mais um serão, e mais um soneto para partilhar convosco, hoje não vou falar muito, vou apenas dizer que ontem não consegui publicar nada porque o meu Kanguru«não quis  trabalhar, então vamos a isto.
 
 
 
                          
 
 
               Prisioneira
                               
Não me sufoques, deixa-me respirar
Alivia esta pressão, que h à no meu peito
Nem tu nem ninguém , tem o direito
De à minha vida ,o ar quererem tirar
                                                                                                                                                                                  
Se me Amas, afasta-te e dá-me  espaço
Não acredito, que me queiras na prisão
Podes-me ter sempre no teu coração
E prender-me, na cadeia dos teus braços
                             
Só sendo livre, eu posso gostar de ti
Não aprisiones este Amor que é só teu
Deixa viver , minha vida em liberdade
                                    
O que passou, eu ainda não esqueci
Fui prisioneira, duma vida que me deu
O que hoje tenho, e que é Felicidade
 
 
 
 
 
    M-I-P
                                                                                                                                    
 
                                                                              
 
publicado por linhaseletras às 22:04
link do post | comentar | favorito
Domingo, 17 de Fevereiro De 2008

Pensamento

Já é muito tarde!Mas não me podia ir deitar sem vir aqui deixar uns versos  para vocês, então aqui vai.
                  
Pensando em ti
                        
Pensando em ti acordei
A pensar passei o dia
Pensando no que serei
Sem a tua companhia
                      
São muitos anos vividos
Muitas horas muitos dias
E mais ou menos sofridos
Com algumas alegrias
                                
Muitos tormentos passados
Muitas horas de agonia
Mas serão sempre lembrados
Com alguma nostalgia
                       
Desse Amor e desse afecto
As nossas filhas nasceram
E agora os nossos netos
Nossas vidas preencheram
 
                                                                                                                                                             
Até amanhã        para os visitantes do blog 
 
 
 
M-I-P
                                                                                                                                    
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 00:38
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Fevereiro De 2008

O passado já não volta

  Ol à como passaram o dia dos namorados? espero que tenha sido muito bem passado , cheio de Amor e muitos carinhos, que é uma coisa que mesmo abusando não faz mal à saúde .
Hoje vou escrever uns versos que também podem ter a ver com este dia, porque me faz lembrar tempos passados e longínquos  ,vamos ver se gostam.
                       
Saudades do passado
                      
Tenho saudades dos dias
Em que só pensava em ti
Sabendo que tu não querias
Nem afastar-te de mim
                     
Ao meu lado  tu passavas
Todo o tempo que podias
A dizer que me amavas
Que sem mim não viverias
                    
Mas o tempo foi passando
E a Paixão foi embora
Infeliz eu fui ficando
Lembrando o tempo de outrora 
                       
Só peço que no final
J à velhinhos e cansados
Lembraremos um sinal
Que nos recorde o passado
  
                               
Por hoje chega,
 até amanhã                                                                                            M-I-P                                                        
 
                                                                                                                                                                                                             
                                                                                                       
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 23:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 03 de Fevereiro De 2008

Passado e presente

    Olá hoje cheguei um pouco atrasada , esteve cá o meu neto e tive de aproveitar bem a visita, que me deu um enorme prazer.

Hoje o tema é especial, pelo menos para mim, hoje fiz 43 anos de casada. Os versos que vou escrever são um pouco tristes mas foram escritos há 33 anos, e era assim nessa altura .Agora é um pouco diferente .Hoje ao lembrar esses tempos veio muita coisa ao de cima e  escrevi outros que também vou publicar  e que dá para ver que por muito que nós façamos para esquecer o passado não se consegue, e é nestas datas que dói mais, mas vai passar depressa porque a vida não se compadece com estas ninharias.

Hoje as minhas imagens são aquilo que eu gostaria de ter tido no dia do meu casamento e

não tive, mas  como a fantasia não tem limite posso fazer de conta  que foi como eu queria.

Agora vamos aos poemas,

                                                                                                            

O despertar                                                                                                 

                                                                          

                                                                                                         

Pelos meus catorze anos                                         

Soube o que era o Amor                                          

Já passaram tantos anos

E não passou o amargor                                             

                                                                                                               

Nessa altura era feliz                                                   

Tinha quem me queria bem                                        

Mas o destino não quis

Que hoje me queiras tão bem 

                  

Quase dez anos passaram                                     

Este Amor criou  raízes                                                                                    

 Esses anos recalcaram                                                                                            

E foram bem infelizes

Passado e presente

                      

Em vez de alegre! Estou triste

Nada tenho a festejar

Pois tudo aquilo que existe

É mais um ano a passar

                    

Quando penso no passado

Pergunto! Onde é que errei?

Não consigo pôr de lado

Aquilo por que passei

                        

Por mais que tente fingir

Que está tudo bem comigo

Algo está sempre a surgir

Como se fosse um castigo

                            

Estou triste e desiludida

E não encontro a razão

Ando na vida perdida

Em busca duma Paixão

    

             

 Até amanhã se Deus quiser umpara todos os meus  visitantes M-I-P

sinto-me:
publicado por linhaseletras às 01:03
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31