Quinta-feira, 25 de Novembro De 2010

Faltam-me as palavras

 
 
 
Este bolo é para ser distribuído por todos os que por aqui passarem hoje ou nos próximos dias, eu quero ver quem é que vai chegar primeiro. Mas como comer bolo sem beber nada"embucha" vou também oferecer uma taça de champanhe.
Talvez depois de bem comidos e bem bebidos tenham coragem para ler o que escrevi hoje.
Bom apetite.
 
 
 
 
Faltam-me as palavras
 
 
Não tenho nada para escrever,
Tenho o pensamento a ficar mudo,
Já pensei! e repensei já fiz de tudo,
E não encontro nada para dizer.
 
Até já rebusquei no meu "Baú"
Dei a volta a tudo e fui ao fundo,
Será que isto tem a ver com o mundo,
Aonde nós vivemos, eu e tu?
 
Eu quero perceber mas não consigo,
Só sei que não entendo e não aceito,
E estou ficando triste e deprimida. 
 
Eu preciso de saber qual o motivo,
Que me prende as palavras no meu peito,
E deixa tão vazia a minha vida.
 
 Potato Pancake   M-I-P





publicado por linhaseletras às 21:58
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 23 de Março De 2008

Novo projecto

  Para testar o que aprendi hoje vou publicar este meu trabalho.
O naperon de cima foi feito para aproveitar dois bocados que me sobraram, e que não dava para fazer nada , então fiz assim e aproveitei os dois bocados, e ficou engraçado ,pelo menos eu gostei do resultado.
Agora de vez em quando vou mostrando algumas coisas que tenho feitas, esperem pela próxima
   M-I-P                           
                                                          
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 23:26
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Fevereiro De 2008

Parar é morrer

 
 
   Olá cá estou eu de novo para escrever o poema do dia , parece que isto já se está a tornar num vicio, mas podem crer que serve de terapia para aliviar o stresse depois dum dia de trabalho. Então vamos ao poema  que é o que interessa.
                   
O tempo é ouro   
                                                                   
Cansada de estar parada
Puz o corpo em movimento
Porque não fazendo nada
É desperdício de tempo
                                                                                                                                          
Não desperdices o tempo
Porque o tempo é precioso
Quem não dá valor ao tempo
Passa a ser um preguiçoso
                   
 Não faças nada na vida!
E a vida te esquecerá
A vida é para ser vivida
Não é só passar por cá
                
Viver é fazer da vida
Aquilo que tu quiseres
Com conta peso e medida
Sem nunca te arrependeres
                     
     
 
 
 
Até amanhã         M-I-P
                                                                                                                     
 
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 22:35
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
24
25
26
27
28
29
30
31