Retrato

 
O retrato
 
 
No verão passado, andava eu nas minhas arrumaçõese limpezas, cheguei ao meu sótão, onde guardo algumas coisas que já têm alguns anos, mas das quais eu não me quero separar ainda, até porque todas elas  me trazem recordações de outros tempos, nem todas  boas, mas mesmo as menos boas foram vividas por mim e sendo assim fazem parte da minha vida.
Entre tantas coisas que remexi algumas  fui  deitando fora, guardei mais uma vez outras tantas já com muitos anos de história....
No meio de alguns papeis e livros velhos encontrei uma caixa com uma linda gravura, e que estava bem arrumadinha até parecia que guardava um tesouro, de tão estimada  que estava.
Demorei alguns minutos a abri-la, não sei porquê!!Mas de repente lembrei-me o que estava  lá guardado, e veio-me á memória a minha juventude, que não tem muitas coisas boas para recordar, mas como disse nalgumas linhas atrás tudo o que passei faz parte da minha vida, e fez-me crescer, talvez depressa demais..
Então abri a caixa!!! E ali estava uma parte da minha vida retratada, não com a minha imagem, mas sim com muitos retratos de alguém jovem que estando  longe de mim estava sempre presente em muitos retratos tirados num Pais distante e em Guerra.
Sentei-me no chão esqueci as horas que foram passando, e vi os retatos um a um, revivi cada momento em que os tinha recebido, e as lágrimas iam caindo sobre eles, e vinham-me á memória aqueles tempos já tão distantes mas ainda tão presentes, mesmo passados quarenta anos, e que foram de tanto sofrimento.
 
História real um pouco ficçionada para :
 
 
 
http://fabricadehistorias.blogs.sapo.pt/
 
 
publicado por linhaseletras às 23:26
link do post | comentar | favorito