SEM ASSUNTO

Olá, cá estou eu a falar outra vez convosco. Hoje não tenho nenhum tema em especial,

 

por isso vou apenas falar do meu dia.

 

Eu trabalho no comércio, e por incrível que pareça passei o dia quase sem fazer nada, não

 

se vende nada de jeito e isso é desesperante e ao mesmo tempo cansativo e stressante.

 

A vida está muito má e não há poder de compra,Nem parece Natal  .

 

Longe vai o tempo que por estes dias não se parava não havia mãos a medir para fazer

 

 embrulhos,  agora passa-se o tempo a ver »  a banda passar«.

 

Eu mesmo assim aproveito para ir escrevendo uns versos , que foi o que fiz hoje

 

enquanto esperava que chegasse  alguém para comprar qualquer coisa,a minha »veia

 

poética»hoje saiu-me um pouco esquisita nem eu sei bem porqué , mas mesmo assim

 

aproveitei-a e aqui vai o resultado

 

 

 Lágrimas Perdidas

                    

Se me disseres!Eu não te quero

Nem mesmo sei o que faria

Talvez entrasse em desespero

Mas concerteza não morreria

                     

Morrer de Amor! Já não se morre

O Amor Eterno já não existe

E com a pressa que a vida corre

O mais que posso é ficar triste

                         

Como sou triste por natureza

Tu não me quereres! Não me afectava

Posso dizer-te! Com a certeza

P'la tua falta eu não chorava

                 

Já chorei muito p'la vida fora

Chorei por ti e não devia

Parei com isso e só agora

Vi que fiz mal! mas não sabia

 

 

 

publicado por linhaseletras às 00:11
link do post | comentar | favorito