Perto do "Fim"

 
Este é o décimo terceiro soneto da coroa
 
 
 
 
Perto do "Fim"
 
 
E que há-de vir o dia do Juízo
Que vai julgar gente boa, e gente má
E não penses que alguém, fica por cá
Quando chegar o fim, nada é preciso
 
Aprende a viver, não tenhas medo
Vive a tua vida, com Paixão
Faz o que te dita, o coração
Não faças do que sabes, um segredo
 
A vida é tão curta, podes crer
O tempo não pára, só avança
Por isso esquece, o que passou
 
Faz tudo o que tens para fazer
E sem nunca perderes, a esperança
Que apesar de tudo, algo ficou
 
 
       M-I-P                     
 
 







publicado por linhaseletras às 00:01
link do post | comentar | favorito