Recordações

 
 
 
Recordações
 
Folheando o  álbum, de memórias
Vêem-me á lembrança, muitas mágoas                                                              
Fico com os olhos, rasos de água
E torno a viver, velhas histórias
 
Tenho poucas histórias, de encantar
Tenho sim, mais dramas, e tragédias
Que ás vezes disfarço, com comédia
Fazendo-me rir, para não chorar
 
Eu aprendi na vida, a perdoar
Tudo o que passei, é já passado
E o Presente é quase o Paraíso
 
Mas de vez em quando, ao recordar
Sinto um grande nó, bem apertado
Que me tira o ar que eu preciso
 
                                    M-I-P 







publicado por linhaseletras às 22:59
link do post | comentar | favorito