Procuro

 
Procuro
 
 
 
Procuro dentro de mim, uma resposta
É difícil responder! Se é que o faço
De onde me vem este cansaço
Que me faz tantas vezes virar costas
 
 
Virar costas ao que gosto de fazer
Pois o tempo não chega para tudo
Deixar o pensamento, ficar mudo
E assim eu não tenho de sofrer
 
 
Não posso pensar só na tristeza
Que esta vida ingrata, me infligiu
E ponho esperança  em cada rima
 
 
Ando á procura da certeza
Mesmo a saber que já partiu
Eu luto! e dou a volta por cima                                                                                 
 
                       M-I-P                                                               
 








publicado por linhaseletras às 00:00
link do post | comentar | favorito