Lembranças

 
 
 
A dor da ausência
 
Estou prisioneira, das palavras
Que dissemos na hora, da partida
Deixando suspensa, a minha vida
Sofrendo sem saber, se regressavas
 
 
Foram longos meses, de agonia
Vividos dia a dia, em sobressalto
Desde que partiste, no mar alto
Até que regressaste, noutro dia
 
 
Partiste para longe, em "Missão"
Sem saber o que ias, encontrar
E quase que morremos, de saudade
 
 
Ficou sem alegria, o coração
Só há palavras escritas, para contar
Toda a dor que sentimos, de verdade
 
 
                        M-I-P                   
 
 
 
 
 
 








publicado por linhaseletras às 22:49
link do post | comentar | favorito