Segredo

 

               Segredo

                

Hoje vou contar-vos, um segredo

Que eu sem querer, acabei por descobrir

Para vós meu peito, vou abrir

Para libertar, a angustia e o medo

                               

Eu tinha medo , de dar espaço à alegria

E por vezes, eu não a deixava entrar

Tinha receio, dela vir atrapalhar

O meu sossego, nesta vida sem magia

                                 

Agora sei , que escrevendo , eu liberto

Toda a angústia, que em mim estava guardada

E que por vezes, me deixava entristecida

                              

Escrevendo ,para vós, é que está  certo

E fico muito, mais aliviada

E sei dar muito mais valor à vida

                      M-I-P

                              

sinto-me:
disritmia zeca baleiro: A do silêncio
publicado por linhaseletras às 22:36
link do post | comentar | favorito