Dia do Pai e começo de Primavera

 
 
 
 
 
 
Andorinhas
 
             
Hoje vi uma andorinha
Perto da minha janela
E quando eu olhei para ela
Estava triste, coitadinha
               
Perguntei-lhe!O que se passa?
Para estares nessa tristeza,,
Ela disse! Concerteza ,
Estou sofrendo, uma ameaça
                   
Cheguei, não tinha meu ninho
Não sei o que aconteceu
Quem faria esta maldade?
                         
Eu só quero o meu cantinho
Só quero aquilo que é meu
Quero viver em liberdade
                                                                                                               
                 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
     Feliz dia do Pai
 
 
 
Este poema vai para todos aqueles que já perderam o seu Pai incluindo eu
 
 
 
                       Pai
                             
Não posso dar-te meu Pai! aquele abraço
Nem um presente, sequer te posso dar,
Mas te irei sempre recordar
Em tudo aquilo que hoje faço
                      
Estás tão ausente de mim
Mas tão perto , ao mesmo tempo
Estás sempre em meu pensamento
Até chegar o meu fim
                  
Eu nunca te vou esquecer
Passe o tempo que passar
E nem esqueço o teu rosto
                     
Eu passo a vida a sofrer
Por não te poder beijar
E vivo neste desgosto                                                                              
                         M-I-P                      
publicado por linhaseletras às 23:08
link do post | comentar | favorito