Parar é morrer

 
 
   Olá cá estou eu de novo para escrever o poema do dia , parece que isto já se está a tornar num vicio, mas podem crer que serve de terapia para aliviar o stresse depois dum dia de trabalho. Então vamos ao poema  que é o que interessa.
                   
O tempo é ouro   
                                                                   
Cansada de estar parada
Puz o corpo em movimento
Porque não fazendo nada
É desperdício de tempo
                                                                                                                                          
Não desperdices o tempo
Porque o tempo é precioso
Quem não dá valor ao tempo
Passa a ser um preguiçoso
                   
 Não faças nada na vida!
E a vida te esquecerá
A vida é para ser vivida
Não é só passar por cá
                
Viver é fazer da vida
Aquilo que tu quiseres
Com conta peso e medida
Sem nunca te arrependeres
                     
     
 
 
 
Até amanhã         M-I-P
                                                                                                                     
 
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 22:35
link do post | comentar | favorito