Temporal

                                                                  Boa noite! Cá estou eu mais uma vez para escrever o poema do dia, hoje não me apetece falar muito por isso vou ilustrar o poema com imagens que dizem mais que eu.
                        
                       
Tempestades
                             
A chuva faz enxurradas
Tal qual as emoções
Se não forem controladas
Provocam inundações
                
Inundações de tristeza
E enxurradas de mágoas
Vendavais levam certezas
Afogadas pelas águas
                    
No coração põe um dique
Que controle as tempestades
Ou cairá tudo a pique
Só ficará as saudades
                        

O ribombar do trovão
Até nossa alma estremece
Tal qual o coração
Se o Amor não aparece
 
                
 
    Para todos os       
 
 
M-I-P                                                                  
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 22:05
link do post | comentar | favorito