Angustia

 
 
 
Angustia
 
Noite longas sem luz, na escuridão,
As que  eu passo pensando no futuro,
No silêncio  do meu quarto então murmuro,
O que posso fazer por ti meu coração.
 
Não consigo viver nesta ilusão,
Quero arrancar de ti o sofrimento,
Que te faz  andar  num desalento,
Não suportando mais esta pressão.
 
Luto para sair deste "vazio"
Em que o meu pensamento anda disperso,
Sem saber o que fazer e para onde ir.
 
No fundo dos meus olhos nasce um "Rio"
Que lava cada frase dos meus versos,
E me diz que de novo irei  sorrir
 
M.I.P
publicado por linhaseletras às 00:26
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito