Quinta-feira, 30 de Julho De 2009

O Mar as estrelas e Eu

 
 
 
O Mar as estrelas e Eu
 
 
 
Subi ao" Miradouro" da memória,
E vi o que nunca tinha visto,
E é por causa disso que eu existo,
E lhe vou contar a minha história.
 
Vi o Mar as Estrelas e o Céu,
Tão perto de mim que me assustei,
Estendi as mãos , quase que toquei,
Naquilo que julgava que era meu.
 
Toquei as estrelas com os dedos,
E as ondas  eu ouvi a  murmurar,
Como que cantando uma canção.
 
Estava no cimo dos rochedos,
Olhando para baixo a admirar,
A beleza daquela imensidão.
 
 
    M-I-P                                                                  








publicado por linhaseletras às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sábado, 25 de Julho De 2009

Castigo

 
 
Castigo
 
 
Se alguém algum dia me disser,
Que aquilo que sofri foi um castigo,
Eu juro que entender eu não consigo,
Que será que fiz de mal sem saber.
 
Eu Amo toda a gente em meu redor,
Eu peço Paz no mundo e união,
Tenho sempre aberto o coração,
Para lá depositares o teu Amor.
 
Se tenho de "pagar" foi porque errei,
Embora sem saber o que é que fiz,
Mas aceito e respeito a "Penitência"
 
Passou tanto tempo e eu não sei,
Só sei que aqui  estou e sou feliz,
E para o resto eu arranjo "Paciência"
 
    M-I-P








publicado por linhaseletras às 23:42
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Quinta-feira, 23 de Julho De 2009

Viagem ao Paraíso

 

 
Viagem ao Paraíso
 
Fiz uma viagem sem aviso,
Para visitar meus queridos Pais,
Fui seguindo sempre alguns sinais,
Até que cheguei ao Paraíso.
 
Lá estavam eles descansando,
Em Paz sem mágoa ou tristeza,
Ao vê-los fiquei com a certeza,
Aos poucos para lá vou caminhando.
 
 
Caminho devagar e sem ter pressa,
Mesmo com saudades no meu peito,
E deixo para trás algo medonho.
 
Que tempo vou levar? Não interessa,
Quero tudo o que tiver direito,
Sabendo que é apenas mais um sonho
 
 
 
  M-I-P                               
 








publicado por linhaseletras às 23:19
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quarta-feira, 22 de Julho De 2009

Planicie

 
 
 
 
 
 
 
 
Planicie
 
A tua imensidão me faz pensar, 
Como deve ser o Paraiso,
E é mesmo disso que eu preciso,
Para ser feliz e descansar.
 
Ao longe as azinheiras são as asas,
Dos Anjos, protegendo a Natureza,
Não me canso de olhar tanta beleza,
 
Quando vislumbro também algumas casas.
 
Casas salpicando a planicie,
Dando-lhe uma beleza Natural,
Que toca o coração de qualquer um.
 
Ali há tesouros de toda a especie,
Tornando mais rico Portugal,
E que não há em mais lugar nenhum
 
 
    M-I-P 
 
 
 
 








publicado por linhaseletras às 22:54
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quinta-feira, 16 de Julho De 2009

...

  
 
 
 
 
Sol é vida
   
   
 
O Sol nasce cedinho
Para dar a luz ao dia
A vida vem de mansinho
Para lhe fazer companhia
 
Sol é luz e é calor
Tudo somado é a vida
Muito carinho e Amor
E gosto para ser vivida
 
A vida passa depressa
Eu vou-lhe seguindo a rota
Seja o que for que aconteça
Eu estou cá  e abro a porta
                                                                                           
Se a porta estiver fechada
Bate nela devagar
Mas se estiver encostada
Sem medo podes entrar
 
 
 
    M-I-P
 
 
 
 
 
 
 








publicado por linhaseletras às 23:32
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Sábado, 11 de Julho De 2009

O meu banco

 
 
 
O meu banco
 
Sentada no banco descansando,
Com as águas do Tejo á minha frente,
Vejo as ondas dançando levemente,
E lindas gaivotas baloiçando.
 
Passa um barquito a navegar,
Cortando as ondas uma a uma,
Fazendo saltar a branca espuma,
E deixando preso o meu olhar.
 
Sinto que aquela Paz é só minha,
Ali não me lembro de mais nada,  
E o banco até serve de divã.
 
Quando regresso á tardinha,
Sinto que minha alma está lavada,
E volto a pensar no amanhã.
 
 
    M-I-P
 
 








publicado por linhaseletras às 16:37
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Terça-feira, 07 de Julho De 2009

Solidão

 
 
Solidão
 
 
Diz-me como vives sem Amor,
Diz-me como vives sem conforto,
Será que em ti algo está morto,
E vivo só existe apenas dor?
 
Mas admiro tua coragem
Lutas contra tudo e contra todos,
Recebes toda a gente com bons modos,
E eu te dedico esta homenagem.
 
Onde está o Amor que tu geraste,
Onde está o carinho que precisas,
Quem é que não Ama um Ser assim!
 
Ou será que tu não o procuraste,
Preferes ser Maria -sem Camisa
Eu respeito mas doeu-me ver-te assim
 
 
    M-I-P
 
 
 








publicado por linhaseletras às 00:08
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sábado, 04 de Julho De 2009

O livro

 
 
O livro
 
 
Alguém me perguntou o que senti,
Ao ver o meu  nome ali gravado,
Não soube responder, tal era o estado,
Em que me  encontrava e então sorri.
 
Sorri de felicidade e de prazer,
Sentindo no meu peito uma pressão,
E batia tão forte o coração,
Quando abri o livro para ler.
 
Era a minha vida posta a nú,
Que eu lancei ao vento e ao luar,
Desvendando assim o meu segredo.
 
Neste livro estamos eu e tu,
Sempre lado a lado a caminhar,
Em busca do futuro e já sem medo.
 
 
    M-I-P
 
 
 
 

 

 

 









publicado por linhaseletras às 02:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
20
21
24
26
27
28
29
31