...

 
 Hoje ao ler um bonito soneto num blog de uma amiga surgiu-me este soneto também, um pouco diferente, mas a ideia surgiu ao ler o que a minha amiga escreveu, e hoje era um dia que eu não ia escrever nada, mas a magia da Poesia faz destas coisas, então aqui vai
 
 
 
 
Fantasma de Natal
 
 
 Fantasmas! eu não vi mas não faz mal
Se  visse, também não tinha medo
Talvez lhe contasse, algum segredo
Acerca do que eu penso do Natal
 
O Natal para mim ,já faleceu
Já foi sepultado, há muito tempo
Mas sei que ás vezes, me lamento
Sem razão!Porque há bem piores que eu
 
Eu tenho Amores, e tenho afectos
Muitos há que nem sabem, o que é
E vivem porque têm que viver
 
Eu tenho o carinho, dos meus netos
Que me faz muito feliz, e tenho fé
De ter vida para poder vê-los crescer
 
 http://fabricadehistorias.blogs.sapo.pt/
Gostava de participar na Fábrica de Histórias,  com este soneto  já deixei um comentário/ pedido no blog mas não sei se é o suficiente.
Preciso de ajuda. ok
  M-I-P                                                             








publicado por linhaseletras às 23:39
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito