Terça-feira, 02 de Dezembro De 2008

...

                                          
 
 Arvores Nuas
 
 Arvores nuas, e á espera
Dum raio de Sol, que as aqueça
E talvez esse calor, só apareça
Quando chegar de novo, a Primavera
 
Folhas amarelas, e esquecidas
Juntam-se no chão, a cada canto
O vento vem beijá-las, e que espanto
As folhas moribundas, ganham vida
 
A  folha que no chão, fica pisada
Chora   a sua   vida que findou
Mas que foi vivida, plenamente
 
Talvez essa folha, bem tratada
Não seja uma vida, que acabou
Mas algo que vive  eternamente
 
 
 
   M-I-P                                  
 
 
 
 
 
 
 








 
publicado por linhaseletras às 22:52
link do post | comentar | favorito

1º aniversário de Linhaseletras

 

 

Hoje faz um ano que comecei a escrever no Linhaseletras, e um ano depois continuo com a mesma vontade de querer fazer mais e melhor e aprender, e já aprendi muita coisa, já fiz amigos, que embora sejam virtuais me dizem muito, e com quem troco ideias, e alem disso tenho o privilégio de ler boa Poesia , e de dar a conhecer o meu trabalho, que embora pobre e fraco é feito com muito empenho  ecoem muito carinho, sempre a pensar em quem o vai ler  e com o desejo de agradar a todos, e fico muito feliz quando comentam aquilo que faço.

Uma coisa que aprendi e que nem fazia ideia o que era, foram os sonetos, e fiquei apaixonada por eles, antes só escrevia quadras,

Foi preciso entrar para a blogoesfera para dar valor a muita coisa, mesmo relativo á minha pessoa, e até a minha maneira de ser e de pensar se alterou.

Hoje vir aqui falar convosco faz parte do meu dia a dia.

Agradeço a todos que por aqui passaram ao longo deste ano e que leram o que escrevi e que comentaram os meus trabalhos.

Obrigado, vou continuar na mesma linha, e espero tê-los como leitores e amigos.

 

 

 

 

 

 

 Descoberta

 

 

Passado um ano, estou aqui

Onde cheguei um pouco, envergonhada

Hoje sinto-me bem, estou encantada

Feliz por tudo aquilo, que prendi

 

 

Ganhei alguns amigos,  virtuais

Dos quais nem conheço, nem o rosto

Tambem acho quehá o posto

E sou uma amiga, entre os demais

 

 

Vou continuar, a caminhada

Tentando fazer,sempre o melhor

Sem nunca esquecer,quem me acarinha

 

 

Sei que não é sonho, estou acordada

Quero fazer tudo , com rigor

Para atingir a meta, que é só minha

 

 

 

 

 

 

 M-I-P                    Este post era para ser postado ontem mas o kanguru não lhe apeteceu

 

 

 

 

publicado por linhaseletras às 14:07
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
19
20
21
23
27
29
30