Mundo de ilusão

 
 
 
 
Mundo de ilusão
 
 

 

A ponta da caneta, é o meu mundo
Pobre ou majestoso, tanto faz
Só escrevendo eu sei , que sou capaz
De ter um sentimento, mais profundo
 
Para me "Ausentar" eu vou escrever
Também posso ler, e imaginar
Conhecer tanta coisa, e pensar
Tanta coisa tenho, que aprender
 

 

Penso em viajar, eu abro um livro
Ando sem destino, e sem ter rota
Sigo as pegadas, da ilusão
 

 

Parto á aventura sem motivo
Chego tarde ou cedo, pouco importa
Quem dita a partida, é o coração
 
 

 

 
 
               M-I-P                                  

 

 
 
 
 








publicado por linhaseletras às 01:23
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito