A minha Herança

 
 

Este é o primeiro soneto da coroa que vou tentar fazer

 
 
 
A minha Herança
 
Se quando  eu partir! o que ficar
Der para recordar, minha passagem
Parto feliz para a outra margem
Deixando deste lado, o meu pensar
 
Aquilo que  eu tenho, para dizer
São pedaços de mim, que eu vos deixo
Do pouco que tenho, não me queixo
Se ainda tiver muito, para escrever
 
Á volta de canetas, e papel
Gira o meu mundo de ilusão
Perfeito com perfeito é o sonho
 
O que escrevo!A mim sabe-me a mel
Que adoça as minhas horas de exaustão
E torna o meu mundo mais risonho
 
 
 
      M-I-P                       







publicado por linhaseletras às 23:19
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito