Domingo, 23 de Março De 2008

Novo projecto

  Para testar o que aprendi hoje vou publicar este meu trabalho.
O naperon de cima foi feito para aproveitar dois bocados que me sobraram, e que não dava para fazer nada , então fiz assim e aproveitei os dois bocados, e ficou engraçado ,pelo menos eu gostei do resultado.
Agora de vez em quando vou mostrando algumas coisas que tenho feitas, esperem pela próxima
   M-I-P                           
                                                          
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 23:26
link do post | comentar | favorito

Domingo de Páscoa

Olá ! cá estou eu para vos deixar mais uns versos
 
Hoje tive cá a minha neta Joana que me esteve a ensinar mais uns truques de informática, qualquer dia vou mostrar-vos uns trabalhos que eu faço em ponto de cruz que é um outro vicio que eu tenho, e que agora está um pouco de parte por causa desta novidade do «PC», mas tenho que começar outra vez porque é uma coisa que eu gosto muito.  Mas agora vamos aos versos.
                        
         Se eu fosse um pássaro
                             
Se eu fosse um pássaro, voava
Para lá do infinito
Para soltar o meu grito
E não sei se regressava
                       
Se eu fosse um pássaro, cantava
Uma eterna melodia                 
Toda a noite e todo o dia
E  ninguém mais me calava
                                                                                                     
                
Como pássaro não sou
 Nem sei cantar nem voar
Apenas busco harmonia
                                    
Nunca sei para onde vou
Nem sei se quero regressar
Para esta vida vazia
                                                                                                                                  
 
    M-I-P                 
publicado por linhaseletras às 22:11
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Março De 2008

Nascente

 Olá! cá estou eu para vos deixar o poema do dia espero que alguém goste.
 
 
                                                  
 
                                           Nascente
                                
Eu tenho uma nascente , no meu peito
Que está jorrando palavras, a toda a hora
Das palavras, faço rimas sem demora
E mostro para vós, o belo efeito
                                
Essas palavras, que aproveito, para escrever
Umas são tristes, e outras nem tanto assim
Mas como  todas, saem de dentro de mim
Eu vou escreve-las ,para todo o mundo ler
                           
Dão-me prazer, quando as passo para o papel
Fico  feliz por poder compartilhar
Eem saber, que muitos olhos, as vão ver
                         
Quando as junto, fica um sabor a mel
Na minha boca, e aproveito, para beijar
Todos aqueles, que aqui vierem ler
 
 
 
 
 
 
M-I-P                                                                          
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 21:37
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Março De 2008

Imagens

Olá!Primeiro que tudo um bom   feriado, ou bom fim de semana,para mim ainda não é porque tenho que trabalhar amanhã .
Vou já deixar  o meu trabalho de hoje para ir jantar,
Que está na   hora
                               
                        Imagens 
                             
Eu gosto de brincar , com as imagens
Elas me ajudam , nesta comunicação
Á minha escrita,elas dão nova emoão
E até transmitem, algumas beals mensagens
                                
Estou quieta, aqui sentada, viajando
Vou pelo mundo, sempre em busca do saber
E para isso, é só preciso, escrever
E entender , aquilo que estou estudando
                                  
Pego na imagem, e ela vai transmitir
Tudo o que eu quero, passar para o outro lado
E conseguir, que ela fale ao coração
                                      
Tenho a certeza, que assim irei conseguir
Com mais beleza, enviar o meu recado
Para todos vós, com a minha admiração
                                   
       M-I-P                                                                                
publicado por linhaseletras às 19:48
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 20 de Março De 2008

Amizade virtual

  
                                           
Olá! cá estou eu para deixar aqui o meu trabalho de hoje espero que gostem.
                            
Amizade sem rosto
                     
Durante muitos anos, sem saber
Guardei meus Poemas, no meu peito
Agora sei! Não o devia ter feito
Não devia ter parado de escrever
                                                                                                              
 Hoje sinto que a escrita, me liberta
Me enriquece, e até faz novos amigos
Estar só, nunca será um castigo
E há beleza ,em tudo aquilo que me cerca 
                              
Troco palavras de incentivo, e de amizade
Com alguém, que nunca vi mas que conheço
O que me torna, uma pessoa mais feliz
                                                                                                                                          
E acredito que do outro, lado e com verdade
Há sempre alguém,  que também sabe que mereço
Uma palavra por aquilo que já fiz
                         
Este Poema é dedicado a todos  aqueles que têm a  amabilidade de passar por este blog e ler o que eu, Maria Ninguém escreve
  
    M-I-P                 
 
                                                                                                                                   
publicado por linhaseletras às 21:19
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 19 de Março De 2008

Dia do Pai e começo de Primavera

 
 
 
 
 
 
Andorinhas
 
             
Hoje vi uma andorinha
Perto da minha janela
E quando eu olhei para ela
Estava triste, coitadinha
               
Perguntei-lhe!O que se passa?
Para estares nessa tristeza,,
Ela disse! Concerteza ,
Estou sofrendo, uma ameaça
                   
Cheguei, não tinha meu ninho
Não sei o que aconteceu
Quem faria esta maldade?
                         
Eu só quero o meu cantinho
Só quero aquilo que é meu
Quero viver em liberdade
                                                                                                               
                 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
     Feliz dia do Pai
 
 
 
Este poema vai para todos aqueles que já perderam o seu Pai incluindo eu
 
 
 
                       Pai
                             
Não posso dar-te meu Pai! aquele abraço
Nem um presente, sequer te posso dar,
Mas te irei sempre recordar
Em tudo aquilo que hoje faço
                      
Estás tão ausente de mim
Mas tão perto , ao mesmo tempo
Estás sempre em meu pensamento
Até chegar o meu fim
                  
Eu nunca te vou esquecer
Passe o tempo que passar
E nem esqueço o teu rosto
                     
Eu passo a vida a sofrer
Por não te poder beijar
E vivo neste desgosto                                                                              
                         M-I-P                      
publicado por linhaseletras às 23:08
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Março De 2008

Fantasia

Olá ! Hoje estou cá mais cedo, vou já escrever o poema porque  tenho mais coisas para fazer.
Loucura ou fantasia
             
Lutando contra velas e moinhos
Como se fora, um Dom Quixote de La Mancha
Eu que também tenho um Sancho Pança,
Que me acompanha, pelos   mais duros caminhos
                     
Tenho em mim guardada , a fantasia
De poder vencer esses gigantes
E ficar inteira, como antes
Para escrever de novo Poesia
                        
Montando o »Rocinante» cavalguei
Pelo mundo, em busca da verdade
O que encontrei, foi só hipocrisia
                                                                                                                                                   
Cansada desiludida, então parei
 Não me importei, e fiquei com a saudade
 que me acompanha, até hoje dia a dia
,
                      
  
M-I-P
                                                                
publicado por linhaseletras às 20:04
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 17 de Março De 2008

Segunda feira

Olá!
 
 
 
Olá ! Cá estou de novo para deixar o meu poema do dia.
  
 
 
Á procura de mim
 
  
Procuro algo, nem sei bem o que procuro
Dentro de mim, algo me diz para procurar
Nunca desisto, e algum dia hei-de encontrar
Alguma luz, que ilumine o meu futuro
                                                 
O meu passado, foi vivido em escuridão
Nem dei pelo tempo, que passava sem eu ver
O que eu mais quero agora, é não morrer
Para poder concretizar esta Paixão
                                                                                                                           
Quero escrever, pôr no papel os pensamentos
Tudo o que sinto, cá dentro do coração
E assim viver , num eterno Paraíso
                                  
Porque escrevendo, estou soltando o sentimento
E assim liberto ,todo o tipo de emoção
Que está guardado, e só sai quando é preciso
                                
   M-I-P                                                                     
publicado por linhaseletras às 22:12
link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Março De 2008

O domingo está no fim

Olá! Hoje estou um pouco atrasada, mas ainda venho a tempo de vos deixar um poema, e desejar a todos um bom principio de semana, para quem está a trabalhar, e também para quem está a des
cansar.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 Ceifeira
 
 
Eu no meio da seara,
Era a papoila!
Púrpura cor,
Que alegra os campos que hoje  vejo,
Ainda me lembro,
 Nos meus tempos de moçoila
Ceifando o trigo,
Nos campos do Alentejo
                                           
Os anos passam,
E fica a recordação ,
Do que não fiz!
E poderia ter feito,
Era no campo , ao Sol,
Ceifando o Pão,
Que eu libertava,
Tudo o que tinha no peito
 
                     
                                                                                                                                
 
  M-I-P
 
 
  -
 
-                                                                     
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 23:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 15 de Março De 2008

Triste só ás vezes

   Olá! boa noite, mais um fim de semana, agora o tempo passa a correr, nem se dá por ele passar, queremos fazer tanta coisa e o tempo não chega, e cada vez ficamos mais velhas que isso ainda é o pior, mas não vou falar disso porque isso faz parte da vida.
Vamos ao poema do dia.   
  
 Quis ser alegre
 
 
Quis ser alegre,
Mas a vida não deixou,
Tirou-me tudo,
E impôs-me condições
Ando no mundo,
Sem saber para onde vou
E apenas vivo de algumas recordações
                                     
Eu não me queixo,
E não sou assim tão triste
Tenho Paz, tenho Amor, 
E tenho afectos,
Se ás vezes alguma dor ainda existe
É apagada com um beijo dos meus netos
 
 
    M-I-P
 
 
                                                                                                            
publicado por linhaseletras às 23:48
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
24
27