Sexta-feira, 28 de Março De 2008

Segredo

 

               Segredo

                

Hoje vou contar-vos, um segredo

Que eu sem querer, acabei por descobrir

Para vós meu peito, vou abrir

Para libertar, a angustia e o medo

                               

Eu tinha medo , de dar espaço à alegria

E por vezes, eu não a deixava entrar

Tinha receio, dela vir atrapalhar

O meu sossego, nesta vida sem magia

                                 

Agora sei , que escrevendo , eu liberto

Toda a angústia, que em mim estava guardada

E que por vezes, me deixava entristecida

                              

Escrevendo ,para vós, é que está  certo

E fico muito, mais aliviada

E sei dar muito mais valor à vida

                      M-I-P

                              

sinto-me:
disritmia zeca baleiro: A do silêncio
publicado por linhaseletras às 22:36
link do post | comentar | favorito

Só soneto

Luto e dor

                         

Olhando a pedra branca, e gelada

Meus olhos ficam presos , a olhar

Já sem lágrimas,para poder chorar

Aquela vida, que ali está terminada

                          

Com o coração, partido e a sofrer

Quase que esqueço, que a vida continua

Sinto a minha alma,partindo com a tua

Sem forças fico, sem vontade de viver

                                     

Trez vezes, eu já tive de passar

Por este horror,que quase nos enlouquece

E nos deixa, vazia de emoções

                             

Mas acredito que há Deus para ajudar

A viver com a dor, que nunca esquece

E com o tempo, ficam só recordações

                                

     M-I-P

publicado por linhaseletras às 01:17
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
24
27