Terça-feira, 26 de Fevereiro De 2008

A vida é bela

     Ol à c à estou eu ! j à não dispenso estes encontros di à rios convosco, isto serve mesmo de terapia para o stresse acreditem. Hoje vou escrever uns versos j à um pouco antigos mas que para mim continuam actualizados, porque quem triste nasce, triste vive, e triste h à de morrer, embora com algumas alegrias pelo meio, a vida é mesmo assim com altos e baixos tem que haver um pouco de tudo senão também não tinha graça nenhuma.
Eu j à passei por essas fases todas, talvez por isso eu dei-a mais valor a coisas  que muitas pessoas não dão importância nenhuma. Eu continuo a achar que a felicidade est à nas coisas mais pequenas, em pequenos gestos que muitas vezes passam despercebidos à maioria das pessoas.
Por isso deve-se lutar pelos nossos sonhos e tentar realizar alguns  deles, caso não se consiga,deve-se continuar sonhando. Assim dizia o poeta»O sonho comanda a vida».
E a vida é para ser vivida com Paixão porque a vida é »BELA» e só existe uma não se pode desperdiçar com ódios nem guerras que não nos levam a lado nenhum.
Hoje j à estou a falar demais vamos aos versos.
 
 
Amar a Vida
 
O mundo é triste mas belo
É belo o sol e a lua
E o Amor serve de elo
Entre a minha alma e a tua
                                                                                                                                     
Se o Amor é  sofrer
E nunca se põe de lado
Porque o que interessa é viver  
Estando sempre apaixonado
 
É bom ver  o amanhecer
É bom ver a luz do dia
É bom ver anoitecer
E sentir a nostalgia
 
É bom viver neste mundo
Mesmo não tendo alegria
Sentir este Amor profundo
Por esta vida vazia
 
                     para todos os
visitantes
 
 
                                     
 
 
 
                                                                                                                      M-I-P
 
publicado por linhaseletras às 22:43
link do post | comentar | favorito

O teu olhar

Ol à c à estou eu de novo para partilhar  convosco mais uns versos que fiz ontem à noite, espero que gostem.
Eu gostava de saber escrever  Poesia como aquela que leio, mas j à que isso não é possível escrevo aquilo que me vem à cabeça no momento, e então é assim, passa da cabeça para o coração e daí para as pontas dos dedos, e salta para o papel quase sem retoques»em bruto» com se costuma dizer, mas é assim que a sinto. Então vamos a mais uns versos.
                       
Aluz do teu olhar
             
As estrelas que h à no Céu
Todas juntas a brilhar         
Não fazem um olhar teu
Quando para mim tu olhares
                                                     
Tem mais brilho o teu olhar
Do que estrelas aos milhões
Quando tu v à s a passar
Iluminas multidões
                                                                                                                                                    
Não deixes que o teu olhar
Perca tão cedo esse brilho
P'ra que possa iluminar
Este caminho que trilho
                   
O meu caminho é tão escuro
Quando não olhas para mim
Que me julgo sem futuro
Sentindo ser o meu fim
                    
   Para todos os visitantes   
 Até amanhã              M-I-P
sinto-me:
tags:
publicado por linhaseletras às 00:43
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
16
20
25
27
28