Domingo, 17 de Fevereiro De 2008

Amar

Que dia de inverno! Mas eu gosto deste
tempo, dá-me inspiração e tem muito a ver comigo
Nestes versos de hoje vai mais um pouco de mim e daquilo que eu sou na realidade, e que durante muitos anos guardei só para mim e que agora estou a soltar para fora, e sinto-me aliviada, porque sofrer em silêncio deixa-nos muito amargas de mal com a vida, e eu detesto estar de mal com a coisa mais valiosa que tenho, porque só vivendo posso Amar.
Eeu tenho muito para Amar, tenho as minhas filhas, os meus netos,os meus sobrinhos. o meu irmão e o meu marido e acima de tudo Amar-me a mim própria porque só assim posso Amar os outros, e claro Amar toda a gente que me rodeia.
Mas já chega de lamechices vamos aos versos.
    
Partilha
                   
Passei a vida sofrendo
E a escrever o que sentia
E aos poucos ia morrendo
Sem saber porque o fazia
                         
Guardar para nós o saber
Não é um bom sentimento
Agora estou dando a ler
Aquilo que vai cá dentro
                    
Ainda há muita tristeza
E também alguma dor
Mas também tenho a certeza
Quem venceu! Foi o Amor
                                                                                                                                                                                                                                                          
O Amor é o herói 
Da minha vida vazia
Ás vezes ainda dói
Mesmo fingindo alegria
                 
Até amanhã         para todos                 M-I-P                                                         
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 18:22
link do post | comentar | favorito

Pensamento

Já é muito tarde!Mas não me podia ir deitar sem vir aqui deixar uns versos  para vocês, então aqui vai.
                  
Pensando em ti
                        
Pensando em ti acordei
A pensar passei o dia
Pensando no que serei
Sem a tua companhia
                      
São muitos anos vividos
Muitas horas muitos dias
E mais ou menos sofridos
Com algumas alegrias
                                
Muitos tormentos passados
Muitas horas de agonia
Mas serão sempre lembrados
Com alguma nostalgia
                       
Desse Amor e desse afecto
As nossas filhas nasceram
E agora os nossos netos
Nossas vidas preencheram
 
                                                                                                                                                             
Até amanhã        para os visitantes do blog 
 
 
 
M-I-P
                                                                                                                                    
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 00:38
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Fevereiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
16
20
25
27
28