Terça-feira, 29 de Janeiro De 2008

Estrada da vida

  Olá tudo bem! hoje também não vou falar muito, agora que descobri  a maneira de enviar imagens, elas falam por mim e falam  muito bem não acham! elas conseguem transmitir os meus sentimentos e isso poupa-me muitas palavras e resulta muito bem.

Hoje escrevi este poema espero que gostem.

                      

Estrada da vida

                 

Pela estrada da vida

Já andei muito sem rumo

Esperando encontrar saída

E a esperança desfez-se em fumo

                          

Procurei felicidade

Carinho e compreensão

Mas o que tive em verdade

Foi pura desilusão

                 

A vida não é assim

Nem nós mandamos na vida

E esta vida para mim

É uma vida fingida

               

Finjo ser feliz! Não sou

Nem tenho o que mereço

Tenho de estar aonde estou

E ás vezes nem me conheço

 

Um  Para quem me visitar, até amanhã

 

 

publicado por linhaseletras às 22:19
link do post | comentar | favorito

Outono da vida

  Ol á boa noite! hoje vou só ilustrar o meu poema com estas belas imagens alusivas ao Outono, j á é muito tarde e a NET »como j á é h á bito falhou.

 

Outono da vida

                  

Outono folhas caídas

Murchas amarelecidas

Espalhadas pelo chão

É tudo isto que existe

Duma vida muito triste

E de muita sollidão

                   

Também o vento soprando

A nós nos vai preparando

Para a chegada da chuva

A vida passa a correr

E aparece sem querer

No rosto a primeira ruga

               

O Outono é a idade

Mais madura na verdade

E ninguém pode fugir

Passa o Verão e Primavera

E nós ficamos á espera

Do Inverno que h á de vir

 

Um  e boa noite M-I-PATA

 

 

publicado por linhaseletras às 01:11
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
15
16
19
21
23
27
28