Passado e presente

    Olá hoje cheguei um pouco atrasada , esteve cá o meu neto e tive de aproveitar bem a visita, que me deu um enorme prazer.

Hoje o tema é especial, pelo menos para mim, hoje fiz 43 anos de casada. Os versos que vou escrever são um pouco tristes mas foram escritos há 33 anos, e era assim nessa altura .Agora é um pouco diferente .Hoje ao lembrar esses tempos veio muita coisa ao de cima e  escrevi outros que também vou publicar  e que dá para ver que por muito que nós façamos para esquecer o passado não se consegue, e é nestas datas que dói mais, mas vai passar depressa porque a vida não se compadece com estas ninharias.

Hoje as minhas imagens são aquilo que eu gostaria de ter tido no dia do meu casamento e

não tive, mas  como a fantasia não tem limite posso fazer de conta  que foi como eu queria.

Agora vamos aos poemas,

                                                                                                            

O despertar                                                                                                 

                                                                          

                                                                                                         

Pelos meus catorze anos                                         

Soube o que era o Amor                                          

Já passaram tantos anos

E não passou o amargor                                             

                                                                                                               

Nessa altura era feliz                                                   

Tinha quem me queria bem                                        

Mas o destino não quis

Que hoje me queiras tão bem 

                  

Quase dez anos passaram                                     

Este Amor criou  raízes                                                                                    

 Esses anos recalcaram                                                                                            

E foram bem infelizes

Passado e presente

                      

Em vez de alegre! Estou triste

Nada tenho a festejar

Pois tudo aquilo que existe

É mais um ano a passar

                    

Quando penso no passado

Pergunto! Onde é que errei?

Não consigo pôr de lado

Aquilo por que passei

                        

Por mais que tente fingir

Que está tudo bem comigo

Algo está sempre a surgir

Como se fosse um castigo

                            

Estou triste e desiludida

E não encontro a razão

Ando na vida perdida

Em busca duma Paixão

    

             

 Até amanhã se Deus quiser umpara todos os meus  visitantes M-I-P

sinto-me:
publicado por linhaseletras às 01:03
link do post | comentar | favorito