Nunca se esquece o passado

Cá estou eu novamente para escrever mais um pouco,para começar vou fazer uma correcção no texto desta tarde. eu disse que fazia 43 anos que o meu marido tinha ido para o ultramar ,mas foi há 42 que é a idade da minha filha .
Os anos passaram mas nunca se esquece aquilo porque se passou e que marcou tanta gente ,pela negativa, e continua a fazer muita gente sofrer é uma marca que fica gravada  a »ferro e fogo» para o resto da vida ,embora nós façamos um grande esforço para levar uma vida o mais normal possível, e eu passo para o papel aquilo que vai cá por dentro e assim fico mais aliviada.
Mas não gosto muito de lembrar esses tempos porque fico angustiada por isso vou escrever mais um poema que foi escrito há pouco tempo.
 
 
Não posso esquecer
                                         
Não me peçam para esquecer
O que foi o meu passado
Se recordar é viver
Não ponho a vida de lado
                                          
Vivi deixando escapar
Aquilo que tinha feito
Não conseguindo agarrar
O que era meu por direito
                                         
Com sentimento de culpa
Puz a alegria de parte
Quando cheguei a adulta
Não consegui o resgate
                                      
Perdi os meus melhores anos
Numa vida sem sentido
Causaram-me muitos danos
Foi muitos anos perdidos
 
                                           
Bom fim de semana para todos     
 
 
 
 
sinto-me:
publicado por linhaseletras às 23:28
link do post | comentar | favorito