PAIXÃO

A Paixão é como o vento, o fogo ou a água. Cada pessoa sentirá de maneira diferente.O vento que nos bate ao de leve no rosto, está como que a pedir-nos um beijo.  »Paixão é fogo que arde sem se ver» já dizia o poeta.
Também quando estamos apaixonados sabe muito bem ir para a beira dum rio ,olhar para as suas águas calmas e  tranquilas, podermos sonhar com aquela calma para a nossa vida, junto da pessoa amada.  Mas se a Paixão não fôr conrespondida vamos para a beira -mar e se possível para onde as ondas sejam mais fortes para pudermos afogar as mágoas e quem sabe também essa Paixão que não veio ter connosco.
A Paixão tal como a Poesia tem a forma e o simbolismo que nós lhe quizermos dar, cada um sente-as como quizer.Eu sinto assim.
Por isso fiz,uns versos, que talvez digam qualquer coisa,eu pelo menos quando os escrevi foi isso que pensei, vamos ver se pensam o mesmo que eu.
 
 
Hino ao vento
                    
O vento passa ligeiro
Fazendo as folhas dançar
Murmurando sorrateiro
Queres comigo namorar?
                     
Brisa leve é como um beijo
Numa boca apaixonada
Vento forte é o desejo
Duma Paixão retardada
                   
O vento carrega a história
De tudo o que já passou
E tu guardas na memória
Tudo o que ele te contou
                    
Escuta o vento! Que ele tem
Histórias lindas de encantar
Porque nem tu nem ninguém
Consegue o vento calar
 
M-I-PATA           
 
 
publicado por linhaseletras às 22:51
link do post | comentar | favorito