...

 
 
Boa Noite!
 
Hoje á tarde quando vinha do Alentejo deparei-me com esta paisagem, para muitos será uma coisa simples sem nenhum significado, mas para mim é uma coisa maravilhosa, talvez por ser uma pessoa simples dou muito valor a estas coisas.
.....Pedi ao meu marido para parar  o carro  e tirei várias fotos, e fiquei uns minutos a olhar esta paisagem, e na minha cabeça nasceu  este soneto que aqui vos deixo.
 
 
 
 
Simplicidade e Beleza
 
 
Eu admiro aquela singeleza,                              
De flores tão simples e tão belas,
São brancas azuis e amarelas,
Que dão ao Alentejo tanta beleza.
 
Flores miudinhas e sortidas,                                                        
Formando um quadro multicor,                                     
Parece que andou ali um pintor,
A misturar umas tintas coloridas.
 
Muitas são brancas como a neve,
Algumas são azuis da cor do Céu,
Todas duma beleza original.
 
Olho para elas fico leve,
E sei  que  aquele mundo  é só meu,
E tudo é belo e simples afinal
 
 
      M-I-P                                           
 
 
 
 








publicado por linhaseletras às 22:48
link do post | favorito