Sem palavras

Estou sem palavras! eu sempre pensei quando  pedi para me  fazerem este blog, que fosse só para eu ler,e para dar vazão à minha Paixão pela escrita ,para concretizar um sonho.

Mas agora vendo tanta gente a ler o que eu escrevo e ainda alguém que perde tempo a comentar não sei que dizer a não ser !Obrigado.

Cada dia que passa tenho mais pena de não ter 20 anos a menos,tenho tanta màgoa por ter perdido tantos anos da minha vida em vão,de não ter feito tudo aquilo que eu tinha vontade  de fazer e que não me deixaram, mas não culpo ninguém em especial mas sim a vida que foi madrasta para mim.

Mas no meio desta mágoa toda tenho de agradecer ás pessoas que me têm ajudado, pessoas muito mais novas que eu e que têm a paciência de me ensinarem a fazer coisas  que me deixam feliz. Essas pessoas são os meus netos a minha amiga Fernanda que é da idade das minhas filhas e o meu colega Luis Correia que ainda consegue ser mais novo que a minha filha mais nova . Eu nunca pensei em fazer isto na minha vida, ás vezes chego a pensar que vou a estar velha e tonta, vou acabar com esta conversa porque senão ia estar para aqui a noite toda.  Hoje vou ver se encontro algum poema que  se adapte a este tema.

 

 

 Então aqui vai um poema com mais de trinta anos.

Sonho de criança

            

Eu queria Amor e ternura

Queria carinho também

Mas só tenho é amargura

E toda a dor que a vida tem

                    

Eu pedi desde criança

Que Deus me desse alegria

E afinal só tenho a esperança

Que a morte me leve um dia

                      

Não tenho Amor nem carinho

Nem alegria nem nada

E cá sigo o meu caminho

Tão só e desamparada

                         

Ainda tenho uma esperança

E uma grande vontade

Que o meu sonho de criança

Se torne em realidade

                

 

Isto era a minha realidade há 30 anos

 

 

Felizmente hoje é outra bem diferente

 

l

 

 

 

publicado por linhaseletras às 21:46
link do post | comentar | favorito