Tão longe e tão perto

 
 
Tão longe e tão perto
 
Apertei-te nos meus braços e ainda,
Sinto  o calor do teu corpo no meu colo,
A lembrança me serve de consolo,
A este Amor tão grande que não finda.
 
Eras tão pequena mas tão linda,
Teu sorriso iluminava a minha vida,
Essa imagem jamais será esquecida,
E nas horas de tristeza ela me "Brinda"
 
Quem me dera agora puder dar-te,
O colo que eu te dava em menina,
Para tentar acalmar o teu "temor"
 
Mas quis o destino afastar-te,
Para assim poderes cumprir a tua "Sina"
Mas mesmo longe terás sempre o meu Amor
 
M-I-P
 
 
 
 
 
 
 
publicado por linhaseletras às 15:10
link do post | comentar | favorito