Era uma vez ......o Verão

 

 

Era uma vez.......o Verão

Naquele dia de Agosto resolvi ir até á praia.

Estava com saudades de pisar a areia quente e molhada e de ouvir o barulho do Mar.

Aquele barulho que me embalava e me fazia dormir e sonhar que estava no Paraíso.

Durante um ano planeei aquelas férias, imaginei como ia ser bom voltar a sentir o calor daquele Sol tão dourado que até  fazia doer os olhos.

Mas só havia um pequeno (senão) este ano não tinha companhia, mas isso não me tirou o entusiasmo, e até pensei!!!!Quem sabe se por lá andará alguém também sozinho e que queira  juntar a sua solidão á minha e passarmos uns belos dias  e quem sabe  nascer assim  uma grande Paixão.

Com estes pensamentos a borbulhar na minha cabeça lá ia fazendo  as malas e até ia sorrindo com essa ideia. que não me desagradava nada por sinal.Chegou o grande dia, na noite anterior nem consegui dormir, mas também não fazia diferença porque ia ter muito tempo para descansar.

E lá parti para as minhas tão merecidas férias,Quando cheguei á Praia parei fechei os olhos e fiquei a ouvir aquele barulho das ondas os risos das crianças e as pessoas a rir, felizes como eu por estarem ali.E aquele caloooooor que  já estava a avisar-me que já devia ter posto o protector solar, tudo isto era um misto de sensações que  não dá para explicar.Mas lá decidi descer até ao areal e estender a minha toalha e abrir o meu chapéu.

Exausta deitei-me para descansar um pouco.E devo ter   dormido  mesmo porque não me lembro de mais nada, a não ser  ouvir uma voz ao meu ouvido muito terna e suave a dizer-me:  Acorde por favor, e ia sacudindo o meu ombro.Abri os olhos e até fiquei um pouco assustada e o que vi deixou-me (embasbacada).

Ao pé de mim estava um belo exemplar do sexo masculino com um bronzeado que até parecia  um daqueles anúncios da TV  e disse-me com aquela voz suave.Desculpe!! A Sra.. sente-se bem?Eu respondi que sim e ele disse ...sabe como estava  aqui há tanto tempo a dormir eu estava a ficar preocupado.

Preocupado?   perguntei eu! Ao que ele respondeu, sim! eu cheguei á conclusão que a Sra..  deve estar sozinha tal como eu, porque neste tempo todo  ninguém se aproximou de si.Acho que está até bastante só,se quiser posso fazer-lhe  companhia visto  que eu também estou só. Quando ouvi estas palavras lembrei-me dos meus pensamentos quando estava a fazer as malas e pensei!!!!!Será que é esta a minha alma gémea? Ainda fiquei um pouco a pensar o que havia de responder mas dentro de mim uma voz dizia para eu aceitar.Então respondi que sim, já que estávamos os dois sós  a companhia um do outro podia tornar-se bastante agradável.

A partir desse dia  nunca mais    nos separámos e foram os dias mais felizes da minha vida que duram até hoje.

Só houve um (imprevisto) nos últimos dias  de férias os dias ficaram cinzentos e até choveu  mas não fez diferença nenhuma, nós até comentámos que o Verão já não era como dantes, mas para nós o Sol continuou a brilhar e a aquecer os nossos corações até ao dia de hoje e vai continuar a aquecer mesmo que o Verão já não seja igual "Aquele Verão"

 

História escrita e ficçiondada para a fábrica de Histórias

 

{#emotions_dlg.meeting}  M-I-P

publicado por linhaseletras às 22:02
link do post | comentar | favorito