Noites de luar

 
 
 
Noites de luar
 
Já tive como manta o firmamento,
Para me iluminar muitas estrelas,
Entre tantas eu escolhi uma delas,
E guardei  para sempre esse momento.
 
Aquela com mais brilho e mais fulgor,
Foi a que escolhi para minha guia,
Para me iluminar mesmo de dia,
Deixando a minha vida com mais côr.
 
Nunca me abandona essa estrelinha,
Ela é a minha estrela da sorte,
E mostra-me o caminho mais seguro.
 
Eu sinto cá no fundo, que é só minha,
E vai-me acompanhar até morte,
Iluminando  presente e o futuro
 
M-I-P
publicado por linhaseletras às 22:47
link do post | comentar | favorito