...

Atchim

 

 

Primeira semana de Outubro, estamos no Outono, é o que diz a folha do calendário pendurada na parede.

--------------Mas na realidade estava um lindo dia de Primavera.

--------Então  pensei!! E se fosse dar um passeio? Se bem o pensei melhor o fiz, estava a precisar de apanhar um pouco de Sol e esquecer a rotina da semana.

Mas não fui sozinha, o meu amigo de todos os dias o "Texas" um adorável cachorro estava á minha espera e parece que adivinhou os meus pensamentos, porque assim que eu abri a porta veio ter comigo aos saltos e não mais parou até sairmos de casa.

------------Eu ia muito bem disposta mas ele ia muito mais. Porque afinal ele saia  menos de casa do que eu ,por isso quando havia uma oportunidade de sair de casa ficava "louco" .

------------Estava  tão ansioso que quando parávamos por algum motivo ele queria  saltar do carro.

-----------Quando saimos da estrada de alcatrão e entrámos na estrada de terra batida ele sabia que estava perto de saltar para fora do carro e correr feliz pelo campo.

Assim que saltou do carro não parava de correr de lado para lado e farejava tudo.

Não parava de correr atrás dos pássaros a ver se apanhava algum.

Eu acho que ele até sorria de felicidade. Acredito que sim porque os animais também têm sentimentos .

Entretanto chegou a hora do almoço e o "Texas" não aparecia, comecei a ficar preocupada!Até que ele apareceu já eu tinha acabado de almoçar. Vinha  cansado, todo molhado enlameado  mas muito contente.

--------------Credo Texas!! Onde é que andaste?

-------Ora bem!O nosso herói depois de correr atrás dos pássaros e das borboletas e de tudo o que mexia achou que um banho vinha mesmo a calhar, na correria encontrou um pequeno lago e nem pensou duas vezes,  atirou-se lá para dentro e foi uma festa. Ficou foi num estado lastimável.

Tive de lhe dar um banho antes do almoço, e tal como os humanos ele sentiu-se  tão bem e tão reconfortado que  depois de comer adormeceu. Dormiu  quase toda a tarde, enquanto ei lia um livro e ia escrevendo  sobre o  que via e o que estava s sentir.

Foi uma tarde muito bem passada, voltámos para casa bem mais leves do que tínhamos ido.

No dia seguinte era dia de trabalho, eu sai e fui para o meu emprego e o "Texas" ficou em casa como sempre. Quando cheguei  ele não estava nada bem, não me veio esperar á porta como fazia todos os dias. Estranhei e fui á procura dele!Estava deitado o que não era normal, vi logo que alguma coisa não estava bem.

Agarrei nele  e fui ao veterinário, que assim que o viu disse logo o que ele tinha.

Perguntou-me o que ele tinha feito fora do habitual, contei-lhe a nossa tarde  no campo e respectivo banho no lago.

Então está explicado!!O Texas  está com uma valente gripe e aposto que tem uma tremenda dor de cabeça porque está cheio de febre.

------Vai dar-lhe esta medicação e daqui a uns dias está como novo.

E foi mesmo assim! daí a uns dias já me ia esperar á porta e já me "pedia" para irmos passear de novo.

 

Texto escrito para http://fabricadehistorias.blogs.sapo.pt/

 

publicado por linhaseletras às 01:10
link do post | comentar | favorito